MUNDO TIGRE_______________pra escutar !

MUNDO_TIGRE

MUNDO TIGRE é o projeto de Live PA do músico Mauricio Takara (M.Takara 3, Hurtmold, Assembléia Ritmica de Pinheiros, São Paulo Underground…).

No dia 11.01.11 rolou uma apresentação com transmissão ao vivo na internet atravéz da Rádio Metanol apresentada ao vivo por Akin toda terça-feira a partir das 20h. E graças ao Zé Rolê (Psilosamples) que registrou a fumaceira quase toda, ta ai ! registrado para streaming.

Aproveitando a deixa do Zé, ta ai mais uma pérola encontrada na Fazenda do Sossêgo/MG no dia 11.09.10.

Anúncios

COGUMELO PANDA – lançamento do cd “o diário de Yuri Gagarin” na Engasgagato.

Show de lançamento do primeiro cd do grupo COGUMELO PANDA formado por Brunon, Freddy e Zé (Psilosamples) na Festa ENGASGAGATO, também com os dj’s Mako, Ricardo Pereira, Rogério Martins e Arthur Dantas. Cogumelo Panda abre o primeiro lançamento do selo Bafo Quente, uma divisão da Desmonta.
www.desmonta.com/bafoquente

Discotecagem:
Mako
Ricardo Pereira
Rogério Martins
Arthur Dantas

Data: 11 de setembro a partir das 22hs | R$10
Local: Tapas Club | Rua Augusta 1246 – SP

* Sobre COGUMELO PANDA:

Formado em outubro de 2009 Cogumelo Panda é o mais pura mistura do real com o surreal, do sério ao debochado, do sampler com a rima, do sadio com o abilolado.
O grupo traz em suas composições bases eletrônicas ricas em samples e texturas feitas por Zé Role de Pouso Alegre-MG e rimas pouco convencionais feitas por Freddy e Brunão de Guarulhos-SP.
Alienígenas, viagens espaciais, delírios mentais, jogos de vídeo game e etc. São a matéria prima das músicas criadas pelo grupo que surge com a proposta de fazer um rap diferente.
Cogumelo Panda é uma espécie rara de fungo que brota no imaginário musical trazendo a materialidade sandices e devaneios de quem transita entre os dois lados da realidade, o lado de quem trabalha e bate cartão de ponto e que sonha e transmuta em letras e ritmos os seus delírios.

http://www.desmonta.com/
http://www.desmonta.com/bafoquente
http://www.soundcloud.com/desmonta_bafoquente

M.TAKARA 3 no Espaço +Soma.

Show de lançamento do disco “sobre todas e qualquer coisa” do M.TAKARA 3 no Espaço +Soma.

foto: caroline bittecncourt

Data: 19.06.10 (sábado) a partir das 20hs.
Local: Espaço +Soma | Rua Fidalga 98 – Vila Madalena – São Paulo – SP
Entrada: R$15 e ganhe o cd M.Takara 3 “sobre todas e qualquer coisa” ou R$10 somente a entrada.

+informações: clique aqui.

Leia a resenha do disco “sobre todas e qualquer coisa” para a revista +Soma, por Arthur Dantas.

A primeira faixa exala ambiência kraut rock e a espacialidade dos sons eletrônicos. Logo, surge uma percussão. Bateria. Chega a segunda faixa, e a abstração vai ganhando uma batida mais identificável. Bem-vindo ao recém-organizado universo de M. Takara e seus dois comparsas, Roger (também do Hurtmold, assim como Takara) e Guilherme Valério, responsável pela guitarra que pontua as batidas de bateria e percussão ao longo do álbum.

Lançado dois anos após “Ocupado Como Gado Com Nada Para Fazer” – sua primeira tentativa de expandir seu trabalho solo rumo a um grupo –, “Sobre Todas e Qualquer Coisa”, além da menor incidência de elementos eletrônicos, ganhou estofo também com letras que, como diz o título, trazem crônicas um tanto sarcásticas.

Esta definitivamente é uma obra com o tamanho da ambição de seu criador: comunicativa, estranha, com uma esfera de experimentação pop que segue a linha de Eternals ou Four Tet, mas com uma dicção definitivamente brasileira e paulistana. A faixa “Rei da Cocada” é prova: não se engane com a percussão, que poderia ser o dado de brasilidade: são justamente os elementos “exteriores”, o sax e o trompete em rompantes free jazz, a eletrônica e a letra, que transformam o projeto em um grupo tão ambicioso quanto o Hurtmold. Ganha todo mundo, inclusive o próprio Takara, que conseguiu ordenar toda sua experiência com as programações, os teclados e os recursos eletrônicos em um grupo que destaca seu toque de autor de forma nada condescendente, favorecendo a construção de uma nova tradição.

MUNDO TIGRE (M.Takara solo set), PSILOSAMPLES + KIKO DINUCCI e RICARDO PEREIRA.

mundotigre e psilosamples na festa engasgagato

Live PA com MUNDO TIGRE (set solo de eletrônicos de M.Takara) e PSILOSAMPLES na festa Engasgagato no Tapas Club.

+ DJ’s KIKO DINUCCI e RICARDO PEREIRA.

Data: 12.06.10 (sabádo).
Local: Tapas Club | Rua Augusta 1246 – SP
R$ 10 | a partir das 22hs.

http://desmonta.com/

M.TAKARA 3 “sobre todas e qualquer coisa” e PSILOSAMPLES no SESC Pompéia.

Show de lançamento do LP M.TAKARA 3 “sobre todas e qualquer coisa” com a participação especial de PSILOSAMPLES (Pouso Alegre/MG).

Data: 21.05 (sexta-feira).
Local: SESC Pompéia – Rua Clélia 93, Pompéia-SP | Às 21hs.
R$ 16,00 [inteira]
R$ 8,00 [usuário matriculado no SESC e dependentes, +60 anos, professores da rede pública de ensino e estudantes com comprovante]
R$ 4,00 [trabalhador no comércio e serviços matriculado no SESC e dependentes].

Fotos:
M.Takara 3 – Caroline Bittencourt
Psilosamples – André Albuquerque

M.TAKARA 3 “sobre todas e qualquer coisa”

LP’s e CD’s a venda no local.
Para comprar pela internet, clique aqui.
LP – R$20 + postagem
CD – R$5 + postagem

Um artista dá sinais de que está se aproximando da maturidade estilística quando, em vez de insistir em adicionar, ele começa a editar, a cortar, a deixar suas ideias mais concisas, elegantes…”
Guilherme Wernek para o jornal O Estado de São Paulo.

Sobre Toda e Qualquer Coisa, ganhou estofo com letras que, como diz o título, trazem crônicas um tanto sarcásticas. Esta definitivamente é uma obra com o tamanho da ambição de seu criador: comunicativa, estranha, com uma esfera de experimentação pop…”
Arthur Dantas para a revista +Soma.


PSILOSAMPLES (Pouso Alegre/MG) e VICTOR RICE (NY-SP), dia 25 de agosto (terça-feira).

psilosamples+victor_rice

Zé da Roça aka Psilosamples, direto da terra gloriosa que deu ao mundo Thomas Green Morton, Puro Lixo, Space Invaders e o fanzine Velotrol, lança seu primeiro disco intitulado As Aventuras do Zé no Planeta Roça na festa Engasgagato #2.

capa_41

O disco está disponível para download gratuito pelo o selo Okiru. É só clicar e baixar:  www.okiru.org

+

Na mesma noite: Victor Rice no gravador de rolo antes de partir para NY por tempo indeterminado.

Discotecagem: Kiko Dinucci, Mauricio Takara e Rogério Martins.


Serviço:

Data: 25 de agosto às 21h30 | R$10

Shows: Psilosamples (MG) e Victor Rice (NY-SP)

Dicotecagem: Kiko Dinucci, Mauricio Takara e Rogério Martins

Local: Tapas Club | Rua Augusta 1246 – SP

***

Abaixo segue o texto escrito pela a jornalista Bruna Bittencourt para o jornal Folha de São Paulo (Ilustrada) no dia 12.08 sobre o Psilosamples.

Zé da Roça

Produtor mineiro faz música eletrônica com referências à MPB e ao campo

BRUNA BITTENCOURT
DA REPORTAGEM LOCAL

“Queijo e Goiabada”, “Creme Gostoso”, “Dona Tiana”, “Roça Multicolors”, “Roberto vs. Cleide”. Não parece, mas são nomes de músicas. E eletrônicas.
O autor delas é o mineiro José Roberto Machado Segundo, ou apenas Zé. O produtor de 24 anos batizou de Psilosamples seu projeto que une batidas eletrônicas e referências à música brasileira e com o qual lançou este ano o disco “As Aventuras de Zé no Planeta Roça”, em versão digital e disponível para download gratuito (no site do selo www.okiru.org).
“Eu nasci em Poço Fundo, que tem 10 mil habitantes. Meu avô tocava acordeon, minha avó tem o melhor forró da cidade. Cresci rodeado por isso”, afirma Zé, sobre sua música eletrônica brejeira.
Antes de começar a compor, discotecou em raves de Minas Gerais. “Mas eu fico muito travado quando penso em produzir alguma coisa de fora”, diz, sobre vertentes importadas da música eletrônica que dominam as pistas brasileiras. “Não tenho a mesma habilidade de quando ouço samba. Sento no computador e começo a fazer um recorte, mexer nele.”
Zé produz baterias e sintetizadores e se apropria de trechos de canções nas suas produções, principalmente de “música brasileira que dá para colocar o dedo”. Já tomou emprestado samples de Chitãozinho e Xororó (“Mental Surf”), Egberto Gismonti (“Mestre Egberto vs. Verme José”) e Michael Jackson (“Michael, Jesus and Me”, homenagem póstuma ao cantor). Se suas colagens parecem a de um Four Tet tupiniquim, Zé cita como referências outros produtores da música eletrônica como o duo inglês Autechre. “São produtores que usam a mesma metodologia: uma pessoa e um computador. Essa é a minha. E melhor do que um computador, só dois”, diz. “Minha relação com o computador é a mesma que a de um violeiro com sua viola.”
Ao vivo, Zé se apresenta apenas com um laptop. No mês passado, fez alguns shows em São Paulo, mas não sabe quando volta. “Quem decide isso são eles, que me convidam. Quem quiser me chamar, eu tô indo.” E se o disco está disponível para download gratuito, doações são bem-vindas na página dele no MySpace (myspace.com/psilosamples).

***

Para receber notícias sobre a Festa Engasgagato e os show cadastre seu email no site www.desmonta.com

***